Queremos te conhecer! 

Caso queira mais informações sobre a DanzaMedicina (Formações, Workshops, Eventos, Parcerias e Colaborações), ou simplesmente queira se conectar, preencha o formulário. 

           

123 Street Avenue, City Town, 99999

(123) 555-6789

email@address.com

 

You can set your address, phone number, email and site description in the settings tab.
Link to read me page with more information.

Jornada Sagrada_Peru

2-PERU.png

JORNADA SAGRADA AO PERU &

VII FESTIVAL WARMI TINKUY COM DANZAMEDICINA & YOGA NO PERU

15 A 26 DE SETEMBRO DE 2018

Venha participar conosco de um momento especial nos Andes Peruanos, onde o Feminino será celebrado por diferentes nações se reunirão ao redor do Fogo Sagrado para compartilhar conhecimento, medicina e amor!

DanzaMedicina  em parceria com a agência Yoga no Peru convidam mulheres e homens para esta  jornada de autoconhecimento nas terras sagradas do Peru, junto às montanhas andinas e aos rios do Vale Sagrado dos Incas.

Essa viagem de dez dias é uma expedição ao Sagrado Feminino que habita em nós! Participaremos de dois dias de retiro com Morena Cardoso (fundadora e visionária da DanzaMedicina), quatro dias de festival Warmi Tinkuy, um lindo encontro de compartir de saberes, com anciãs de várias partes dos Andes, além de vivências terapêuticas e xamânicas no decorrer da viagem e uma visita a cidade cristal de Machu Picchu.

A VIAGEM

Nossa viagem começa com um retiro de dois dias com Morena Cardoso, em um profundo mergulho de mãos dadas com a DanzaMedicina. Após o retiro, faremos uma visita inesquecível à cidade cristal de Machu Picchu, guiada pela mulher medicina peruana Marcela Pantigozo. Teremos um dia de descanso e integração antes do início Warmi Tinkuy, onde estaremos imersas por quatro dias no Feminino Sagrado dos Andes. Após o festival, regressaremos a Cusco, onde finalizaremos nossa viagem.

O FESTIVAL

Warmi Tinkuy é um encontro sagrado com abuelas de várias linhagens andinas, que se reúnem anualmente na Comunidad Amalai no Vale Sagrado, Peru, para compartilhar conhecimentos do sagrado feminino com outras mulheres. São quatro dias de vivências espirituais, círculos de sabedoria ancestral, workshops e cerimônias andinas. No quinto dia, são oferecidas atividades pós- festival conduzidas por Prem Tarika Awiman, mulher medicina da Nação Quechua, idealizadora do Warmi Tinkuy Peru e fundadora da Comunidad Amalai. Teremos atividades especiais também para homens. 



AS FACILITADORAS 

Morena Cardoso

Morena Cardoso é terapeuta corporal, peregrina, buscadora, mãe, escritora, conferencista, criadora e facilitadora da DanzaMedicina, um projeto artístico-terapêutico que empodera mulheres e homens para que possam se despir de suas máscaras, encarar os seus medos, acolher suas sombras e descascar suas camadas em direção à essência sagrada e selvagem de força, vida, liberdade, brilho e autorealização. Através de técnicas de psicoterapia do corpo e movimento em união com o estudo antropológico dos saberes ancestrais do feminino, a DanzaMedicina trabalha a cura, reconexão e reequilíbrio do corpo-mente-espírito. Saiba mais! 

Marcela Pantigozo

Marcela Pantigozo irá nos acompanhar durante a nossa visita a Machu Picchu. Marcela é mulher medicina, guia oficial de turismo, especializada em cosmovisão andina e turismo místico espiritual. É iniciada nos Ritos Munay-Ki e Reiki nível II. Atualmente, Marcela é coach espiritual e trabalha com a leitura oracular da folha de coca, limpeza e cura energética, musicoterapia, cerimônias com plantas sagradas e de poder, além de facilitar círculos de cura e da palavra, liderar caminhadas meditativas aos centros ancestrais de poder do Vale Sagrado e acompanhar grupos em viagens espirituais e místicas por toda América Latina.


ROTEIRO COMPLETO

* Recomendamos a chegada em Cusco no dia 14 de setembro. Nos encontramos em Cusco no dia 15 de setembro para translado ao Vale Sagrado dos Incas, onde iniciaremos nossa programação.

Primeiro dia - 15/09/2018: Nos encontraremos em Cusco e viajaremos por aproximadamente uma hora e meia até nosso hotel no Vale Sagrado, onde passaremos a noite. (A, J)

Segundo dia - 16/09/2018: Retiro DanzaMedicina com Morena Cardoso. Noite em Urubamba. (C, A, J)  (((TERRA e ÁGUA))) 

Como Filha da Terra, iniciaremos nosso trabalho a partir do chakra base, para a realização do Eu em um novo senso de individuação; fortalecendo suas raízes, se aterrando no aqui e agora em presença, segurança, confiança e consistência. Iremos nos reconectar à essência sagrada da Mãe Terra redescobrindo um novo senso de abundância; como fortalecimento de sua capacidade de caminhar sobre as próprias pernas e de trazer idéias, sonhos e projetos em manifestação no mundo. Uma jornada de volta ao lar em reconexão com os instintos e tempos internos, o nosso mundo subterrâneo e o potencial de decisão em florescer- despindo de cascas, medos e padrões limitantes:
Ainda neste mesmo dia, trabalharemos em contato com as águas; em forma de suas emoções, sexualidade, prazer e a capacidade de se relacionar consigo mesma, com o outro e com a vida- em um novo senso de confiança, empatia, transparência, entrega e fluidez.  Um movimento de curar as culpas, vergonhas e trazer uma nova potência de amor próprio e cuidado de si. 

Terceiro dia - 17/09/2018: Retiro DanzaMedicina com Morena Cardoso. Noite em Urubamba. (C, A, J)  (((FOGO e AR)))

Uma jornada de reconexão com o elemento fogo, dentro e fora de nós- iremos entrar em contato com o nosso poder pessoal, elevando nossa capacidade de ação diante de desafios, limitações e medos. A medicina do fogo nos traz força e coragem para caminharmos em direção aos nossos mais elevados propósitos; enquanto incorporamos a força do masculino dentro de nós- trazendo clareza, discernimento, linearidade, disciplina, integridade, foco e auto confiança; indispensáveis em nossa jornada de autorealização.
Iremos também dançar através do elemento ar, reaprender a elevar os nossos pensamentos em forma de rezos e cerimonial; conectando nosso espírito em frequências mais elevadas, despertando nosso potencial intuitivo, redescobrindo nossa força visionária e ativando nosso poder como cocriadores de nossa própria realidade. Um vôo, um sonho que se sonha mais alto, uma vontade do coração que pulsa em permissão- a chave de acesso ao seu verdadeiro devir, em direção à sua melhor versão. 

Quarto dia - 18/09/2018: Após o café da manhã, iremos à estação de Ollantaytambo e tomaremos o trem com destino a Aguas Calientes. Visitaremos Machu Picchu com o acompanhamento de Marcela Pantigozo e David Hady. Nossa visita irá muito além do tradicional passeio turístico pela cidade cristal. Teremos a oportunidade de vivenciar Machu Picchu através de um outro olhar, conhecendo e sentindo esse que é um dos lugares mais sagrados e especiais do planeta. Pela tarde, regressaremos a Aguas Calientes, onde tomaremos o trem de volta ao Vale Sagrado. Noite em Urubamba. (C, J)

Quinto dia - 19/09/2018: Dia livre para descanso e integração, visita ao mercado de Pisac opcional. Noite em Urubamba.(C, J)

Sexto dia - 20/09/2018: Início do Warmi Tinkuy. Cerimônia de abertura do festival. Teremos a oportunidade de conhecer as abuelas que farão parte do festival e participaremos de um círculo de apresentação para que possamos conhecer as participantes do encontro. Pela tarde, participaremos de palestras e vivências de acordo com a programação. Noite em Urubamba. (C)

Sétimo dia - 21/09/2018: Warmi Tinkuy - Segundo dia. Vivências, palestras e compartir de saberes durante todo o dia, de acordo com a programação. Noite em Urubamba. (C, J)

Oitavo dia - 22/09/2018: Warmi Tinkuy - Terceiro dia. Vivências, palestras e compartir de saberes  durante todo o dia, de acordo com a programação. Noite em Urubamba. (C, J)

Nono dia - 23/09/2017: Warmi Tinkuy - Quarto dia.Caminhada meditativa de conexão e cerimônia de encerramento com ritual ancestral andino de oferenda à Pachamama. Noite em Urubamba. (C, J)

Décimo dia - 24/09/2018: Atividade pós-festival. Cerimônia de temazcal (sauna nativa medicinal) conduzida por Prem Tarika Awimañ. A cerimônia de temazcal é opcional, caso não queira participar, o dia é livre. Noite em Urubamba. (C, J)

Décimo primeiro dia - 25/09/2018: Regressaremos a Cusco pela manhã e teremos o dia livre para explorar a Capital Imperial. Noite em Cusco. (C)

Décimo segundo dia: 26/09/2018: Traslado ao aeroporto de acordo com os horários de vôo de cada participante. Fim da nossa programação. (C)



INVESTIMENTO:

ATENÇÃO: As vagas são limitadas e as inscrições serão recebidas até o dia 17 de Agosto.

Em até 12x R$505,00 no cartão ou R$5.525,00 à vista através de depósito bancário. 

 - Valor por pessoa, com base em hospedagem compartida (quarto duplo privado com banheiro privativo e café da manhã incluído durante todos os dias da programação).

*Quer conhecer um pouco mais sobre como seu investimento será revertido? Defendemos a POLÍTICA DE TRANSPARÊNCIA e compartilhamos AQUI nossa realidade atual de custos  para a atuação e manifestação deste projeto. 

O PROGRAMA INCLUI:

   •    Traslado Cusco - Urubamba.  Urubamba - Ollantaytambo.

•    Passagens de trem Ollantaytambo - Aguas Calientes ida e volta.

•    Passagens de ônibus Aguas Calientes - Machu Picchu ida e volta.

•    Entrada a Machu Picchu.

•    Visita guiada em Machu Picchu.

•    Traslado Ollantaytambo - Urubamba.

•    Entrada para o Festival Warmi Tinkuy e acesso a todas as atividades do festival durante os quatro dias de programação.

•    Dois dias de retiro DanzaMedicina com Morena Cardoso.

•    Traslado Vale Sagrado - Cusco.

•    Traslado ao aeroporto de Cusco.

•    Dez noites em hotel em Urubamba, no Vale Sagrado (quartos compartidos, banheiro privado).

•    Uma noite em hotel em Cusco (quartos compartidos, banheiro privado).

•    Café da manhã todos os dias, com exceção do primeiro dia.

•    Refeições incluídas como especificadas no programa.

C: Café da manhã

A: Almoço

J: Jantar

O PROGRAMA NÃO INCLUI:

•    Voos domésticos e internacionais.

•    Contribuição para atividades pós-festival (temazcal).

•    Seguro viagem.

•    Despesas pessoais com telefone, lavanderia, bebidas e snacks durante a viagem.

•    Gorjetas (a prática de dar gorjeta aos guias é muito comum no Peru e é um incentivo à economia local).

•    Refeições não especificadas no roteiro.

•   Transporte diário do hotel ao festival.


Para pagamentos à vista, por favor, escreva para: Vanise no email: yoganoperu@gmail.com



PERGUNTAS FREQUENTES

-   Onde nos encontraremos em Cusco?

O lugar e horário para o encontro será informado a todos os participantes inscritos uma semana antes do dia da viagem, através de um email de confirmação com todas as informações do programa.

- A recepção e traslado está incluída no momento da chegada em Cusco?

Não, esses serviços não estão incluídos mas poderão ser reservados através da agência Yoga No Peru por um custo adicional.

- Onde posso comprar as passagens de avião? Quais as datas e horários recomendados?

Existem vários sites de busca de passagens aéreas como o Decolar e o Submarino que geralmente oferecem boas ofertas de passagens para o Peru. Também vale a pena buscar em agências de turismo que possuam acesso a tarifas promocionais com companhias aéreas. Sugerimos que as participantes cheguem a cidade de Cusco no dia 13 ou 14 de setembro. Chegando alguns dias antes da viagem, você terá a possibilidade de se adaptar melhor a altitude para no dia 15 de setembro estar melhor aclimatada para nossa aventura. Todos os voos do Brasil necessariamente fazem uma escala em Lima. O melhor é tentar reservar um voo que não tenha um tempo de espera muito longo em Lima. O voo Lima – Cusco dura aproximadamente 1h10m. Entre as companhias aéreas que oferecem o voo desde São Paulo, Rio e outras capitais do Brasil a Lima e Cusco estão a LATAM e AVIANCA. Já os voos domésticos podem ser reservados com a LAN, AVIANCA, STARPERU, PERUVIAN AIRLINES e LCP.

- Que cuidados devo ter para me adaptar a altitude dos Andes?

Cusco está a 3400 metros sobre o nível do mar e Urubamba no Vale Sagrado, a 2870 s.n.m. As recomendações para lidar com a altitude são repouso e caminhadas leves durante as primeiras horas após a chegada em Cusco, manter- se hidratada e tomar chá de coca sempre que possível. A folha da coca evita dores de cabeça e outros mal-estares causados pelo soroche, ou mal de altura. Também é importante evitar bebidas alcoólicas e optar por refeições leves e de fácil digestão.

- Quanto dinheiro devo levar?

É difícil dizer quanto gastaremos por dia durante a viagem. Vai depender do orçamento e dos hábitos de consumo de cada uma. No Peru o que não falta é oportunidade para gastar dinheiro, como em qualquer outro lugar do mundo. Uma refeição em um restaurante turístico custa em média S/25 por pessoa. Em um restaurante local ou nos mercados populares onde os peruanos costumam comer, uma refeição com entrada e prato principal custa entre S/7 e S/10 por pessoa. Uma garrafa de água pequena custa S/1.50. Souvenirs podem custar desde S/5 até S/100, dependendo da qualidade do produto. Táxis por volta de S/3 em Cusco e S/10 no Vale Sagrado. Por outro lado, no Vale é possível tomar mototaxis por S/1.50 dependendo do trajeto.

- Levo dólares ou reais?

A moeda do Peru é o Nuevo Sol, símbolo S/. O câmbio nuevo sol – real 1 - 0.90 e geralmente não reflete o câmbio real das duas moedas. No entanto, sugerimos trazer dólares para o Peru. Trocar dólares é muito mais fácil e favorável que trocar reais. O câmbio dólar – nuevo sol está 1 – 3.25.

Em Cusco existem várias casas de câmbio na Avenida El Sol, com bom câmbio e nenhuma burocracia. Recomendamos trazer notas novas, de preferência sem “orelhas” nem rabiscos ou rasgadas. Pode parecer bobagem, mas os peruanos não aceitam notas velhas e são bem exigentes quanto ao estado das bilhetes. Também é difícil trocar notas de um dólar pelo valor real do dólar. As casas de câmbio pagam menos por bilhetes de US$1.

- Em que tipo de alojamento nos hospedaremos?

Os hotéis serão confirmados algumas semanas antes da viagem, já quando as inscrições estiverem encerradas. Estaremos em hotéis categoria 3 estrelas, com café da manhã incluído, banheiro em cada quarto com chuveiro quente e todo o conforto que merecemos para poder descansar e relaxar durante nossa jornada sagrada.

- Preciso de visto para viajar pro Peru?

Brasileiros não necessitam de visto pra entrar no Peru. Apenas passaporte ou RG com data de expedição de 2007 em diante. Na imigração, geralmente se recebe um papel carimbado juntamente com o selo no passaporte chamado Tarjeta Andina Migratória. É importantíssimo manter esse papelzinho em lugar seguro e tê-lo sempre com os documentos para apresentar nos hotéis no momento do check in. Com a perda desse papel, os hotéis cobrarão 18% do valor da tarifa por noite, além de outras complicações na hora de voltar pro Brasil.

- Devo fazer um seguro viagem?

Sugerimos a contratação de um seguro viagem internacional que pode ser adquirdo online ou com alguma agência local de turismo ou banco no Brasil.

- Qual o clima esperado para as datas da viagem?

O clima nos Andes nessa época do ano é geralmente mais ameno, com temperaturas entre 16°C e

20°C durante o dia, podendo chegar a 0°C durante a noite. Setembro é o mês de transição entre a temporada de seca e a temporada de chuva que começa oficialmente em novembro. Por isso, apesar de ser comum dias ensolarados e secos, pode chover sim! A noite a temperatura cai consideravelmente.

- O que trazer para o festival?

•    Roupas para abrigar-se do frio principalmente durante as atividades noturnas do festival.

- Roupa de banho para o temazcal.

•    Uma manta ou canga para se sentar.

•    Instrumentos musicais para experimentar e fluir ao redor do Fogo Sagrado.

•    Acessórios e roupas com os quais você sinta a sua essência feminina aflorar.

•    Sua oferenda pessoal para o altar e cerimônia de oferenda a Pachamama (velas, incensos, flores, agua florida, tabaco, doces, cristais, etc).

•    Traje cerimonial ou outro acessório que te faça sentir especial e que sinta querer vestir durante as cerimônias.



FAZENDO AS MALAS - SUGESTÕES

Se pudéssemos dar um único conselho, seria esse: não traga muita coisa! Viaje leve, ficaremos no

Peru durante 10 dias, não há necessidade de se sobrecarregar com malas pesadas. Além disso, o trem em Machu Picchu não aceita malas grandes em seus vagões, apenas mochilas pequenas. Veja nesse link as especificações:

http://www.perurail.com/tickets_baggage.php

Seria interessante trazer uma mala ou mochila grande e uma pequena para usar durante o dia, pra carregar água, protetor e as várias camadas de roupas que vamos tirar e colocar durante nossos passeios e atividades.

Durante o dia a temperatura pode variar. É normal estar de blusa pela manhã, de manga curta no meio-dia, debaixo de uma capa de chuva lá pelas três e enrolado numa manta com touca e luva a noite. O segredo são as camadas, especialmente em Cusco e no Vale Sagrado. Em Aguas Calientes e Machu Picchu, o clima é mais tropical.

Aqui vai uma pequena lista como referência:

•    Roupas confortáveis para yoga e para os passeios – provavelmente vamos usar a mesma roupa o dia inteiro. Traga peças que possam ser combinadas, como por exemplo 3 leggings e 7 tops ou camisetas. Essas roupas também são coringas porque se pode usar por baixo das saias e roupas cerimoniais menos abrigadas.

•    Algumas camisetas ou tops de algodão de manga comprida

•    Um agasalho ou moleton quentinho pra usar a noite no hotel

•    Uma jaqueta impermeável ( a prova de chuva) – a jaqueta é essencial também por causa do vento, mas pra não se molhar há a opção de comprar capas de chuva no Peru por S/5.

•    Um sweater ou alguma blusa de material mais quentinho, tipo lã ou flanela. Roupas de inverno podem ser compradas no Peru, por preços bem econômicos. Cachecol, luva e outros acessórios também podem ser comprados em Cusco, caso não tenham em casa por serem sortudos e morarem num lugar tropical!

•    Roupa de banho ( vamos precisar de roupa de banho na cerimônia do temazcal)

•    Havaianas, botas de hiking ou tênis para caminhada (lembrem-se que se o sapato for novo, vai machucar o pé! Comecem a usá-lo hoje pra evitar bolhas e unhas roxas!)

•    Lanterna

•    Protetor solar

•    Repelente (tem mosquito em Machu Picchu!!!)

•    Produtos de higiene pessoal (shampoo, condicionador, pasta de dente)

•    Câmera ou celular para fotos, carregador, baterias extras para máquina fotográfica, cartão de memória suficiente para um milhão de fotos! Atenção: a voltagem no Peru é 220V – verifique se seus eletrônicos são bivolts.